Água calma que brinca na areia.
Onda gigante que agita o mar.
Marola branda que embala minha alma.
Ressaca brava que espuma no ar.

Onda alta que leva o surfista.
Mar tão azul que alcança o infinito.
Trás a paz que a muito tempo faz falta,
E diz para a vida que o mundo é bonito.

De repente, o mal que espanta,
Agita o oceano e põe-se a gritar.
Mas finalmente um redemoinho levanta,
Engole o mal que afunda no mar.

É marine, a sereia do universo.
Guardiã da justiça e da bondade,
Dona das forças do mar.

É marine, a sereia do universo.
Guardiã da justiça e da bondade,
Dona das forças do mar.

Água calma que brinca na areia.
Onda gigante que agita o mar.
Marola branda que embala minha alma.
Ressaca brava que espuma no ar.

Onda alta que leva o surfista.
Mar tão azul que alcança o infinito.
Trás a paz que a muito tempo faz falta,
E diz para a vida que o mundo é bonito.

De repente, o mal que espanta,
Agita o oceano e põe-se a gritar.
Mas finalmente um redemoinho levanta,
Engole o mal que afunda no mar.

É marine, a sereia do universo.
Guardiã da justiça e da bondade,
Dona das forças do mar.

É marine, a sereia do universo.
Guardiã da justiça e da bondade,
Dona das forças do mar.

É marine, a sereia do universo.
Guardiã da justiça e da bondade,
Dona das forças do mar.

Vídeo incorreto?