333


Alugamos e vendemos nossos espíritos
Queremos viver ao infinito
Nossos lábios não se privam de sangue negro

Alugamos e vendemos nossos espíritos
Queremos viver ao infinito
Nossos lábios não se privam de sangue negro

Luz de esperança se torna ao preto
Meus lábios não se privam de sangue negro
Hum hum
Hum