Percorrendo assim não vou mudar
O rumo dessa história
Não vou mudar, não

Escolhendo a hora
A esconder sem dar um rosto à prova
A simular, sim

Qual segredo tenho a esconder
De mim mesmo?

As pegadas chego a apagar
Porque já tive medo
De caminhar
Convencendo a mim que devagar
A febre está passando
A me enganar

Na verdade chego a sufocar
Na vontade de me ouvir falar

Já não será como ontem
Eu já sei, só viver já não basta!
Já não será tempestade
A gota d'água transbordou
E em gota se perdeu...

Já não será como ontem
Eu já sei, só viver já não basta!
Já não será tempestade
A gota d'água transbordou
E em gota se perdeu

Bem nos meus olhos!

Vídeo incorreto?