Canções dão certo com o mar aberto
Assim se leva a vida como ela é
Ouvi dizer que um vagabundo não é pessoa certa pra se amar
Distorcem os fatos, fazem contratos
Tenho mais idéias que você e suas salas
De leste a oeste do norte ao sul
Visão de águia eu quero tentar ganhar

Surge uma idéia, quero te contar
Tenho uma canção, quero te mostrar
Pinta uma idéia, quero te sondar
Tenho a melodia, quero te cantar

Te espero lá em Geribá, curtindo o som à beira mar
Eu quero é mais explanar, nunca é demais
Te espero lá em Geribá, curtindo o reggae rock soul
Tomando um gole da fruta roxinha

Posso até não ser ninguém
Neste mundo doido
Mas eu sou o mundo pra quem me entende agora
Visão de águia se aprende a ter
Faça o que tu gostas, é pra valer
Deixo o vento me levar, pra onde Deus soprar
Eu tenho sol, eu tenho paz, tenho mente divina conspirando sempre ao meu favor
E pra que continue assim
Nesse vôo sagaz
Tenho que me desprender de lembranças e costumes e tradições que me causaram dor

Surge uma idéia, quero te contar
Tenho uma canção, quero te mostrar
Pinta uma idéia, quero te sondar
Tenho a melodia, quero te cantar

Te espero lá em Geribá, curtindo o som à beira mar
Eu quero é mais explanar, nunca é demais
Te espero lá em Geribá, curtindo o reggae rock soul
Tomando um gole da fruta roxinha

Vídeo incorreto?