Olhando pro mar, dia de sol tem brilho,
Vendo você chegar, me vejo perdido na minha razão,
Essa confusão de idéias, vejo a sereia que Yemanjá mandou pra mim, que Yemanjá mandou pra mim,
Que de um sutil olhar consegue me enfeitiçar,
Começa o encanto, a fuga é impossível, mas o que se há de fazer,
Eu apenas mergulho e brinco com você, com você, com você, com você.

Como pode um olhar mexer desse jeito comigo?
Nunca iria imaginar que essa lenda um dia viesse pegar,
Me levar em transe, e me fazer delirar,
Começa o encanto, a fuga é impossível, mas o que se há de fazer,
Eu apenas mergulho e brinco com você, com você, com você, com você.

Nesse mar da inspiração, rainha do mar te criou,
Junto à magia e a divina sedução, que me encoraja a viver,
Me encoraja a sonhar, que segundo o delírio,
Vejo a sereia que Yemanjá mandou pra mim, que Yemanjá mandou pra mim.
Começa o encanto, a fuga é impossível, mas o que se há de fazer,
Eu apenas mergulho e brinco com você, com você, com você, com você,

Só com você, com você, com você, com você,
E é com você, com você, com você, com você.

Vídeo incorreto?