Eu já tentei tirar sua imagem
Desse olho meu pexado
Que no coração largado ele tenta te alojar,
Que hoje o tempo passa lentamente sem você
Princesa eu to na dor e
Apelar pra sua imagem algo sem sabor é sem calor

E aquela paz que me livrava se tornou a minha escravidão
O meu escape é sonhar
Ai se ela soubesse
Que a proteção que tinha antes é apenas um murmúrio seu

E agora ouço o meu compasso em vão, é o coração
Que bate com o medo do baque que pode levar
Ai, ai, ai, ai, ai, ai...

Que sorte é essa que o amor tem Daniela pra sobreviver
Que sorte é essa que o amor tem Tatiana pra sobreviver
Que sorte é essa que o amor tem margarida pra sobreviver
Que sorte é essa que o amor tem todas elas

Vídeo incorreto?