Vamos "simbora" então
Segura, se liga no som
Seguindo no balanço da situação
Na tradição do canto falado
Mantenho mixado
Tudo que foi escutado, tudo que foi captado
De outros tempos, outras andanças pelo planeta
Tambores que ressoam na minha cabeça
A baqueta escreve a história
Que eu batuco com a minha caneta agora

Eu disse...
Quem der mole vai dançar
Se o pé desliza quando gira no chão
Mas sem demora é pra dançar
Se o corpo gira quando entra no som
Vamos "simbora" então

Quem der mole vai dançar
Se o pé desliza quando gira no chão
Mas sem demora é pra dançar
Se o baile atinge o ponto de ebulição
Vamos "simbora" então

Segura, ohm, segura, ohm
Só se liga no som
Isso é fundamental, irmão
Só se liga no som
Segura, ohm, segura, ohm
Só se liga no som e na tranqüilidade

Alô, Gerson
Alô, "cumpádi"
Alô, Clube do Soul
Alô, Baile da Saudade

Mantendo o astral no lugar certo
Nivelando pelo alto convocação das energias positivas, "cumpádi"
Agora pare, respire um instante

Deixe o groove do grave sair do seu alto-falante
O groove do grave nas bases, nos fundamentos do funk
As congas, o atabaque
O clima é dinamite, o groove é alta-voltagem

Vídeo incorreto?