Não sou estrangeiro, Nem sou ecumênico
Ao mundo não devo respostas
Apenas devo a todos, amor infinito
Mesmo que a roda do sistema
Tente meu jeito, modificar
Fazer-me trilhar num caminho
Que não quero andar

O que todos dizem não importa
Porque tenho dentro de mim
O Prometido das Nações, Alfa e Ômega

Ele não foi amado, nem compreendido
Sem eco, Sua voz anunciou
Maior lição de vida ao homem
Sem amor, na certa perecerias
Aquele que Me seguir, há de incomodar a muitos
Mas no seu interior haverá paz sem fim

Vídeo incorreto?