Que faço, se somas e eu subtraio
Se emanas doçura e eu traio?
Que faço se foges ao meu desatino
se és calmaria e meu tino?

Que faço se fazes do cinza aquarela
E a minha tristeza mais bela?
Que faço se cedes às regras que imponho
E tornas esperança o meu sonho?

Me diz, então faço, recrio, refaço
Transformo até beijo em abraço
Transformo em segredo o muito que ouvi
Renasço em pedaços de ti
Pedaços repletos de ti

Enfim, eu guardo secreto um desejo
Só tu podes ver o que eu vejo:
Invisível e verdadeiro

Vídeo incorreto?