Meu amo, hoje eu quero forrozá,
Rela cocha até o dia clariá
Sanfoneiro, hoje eu quero forrozá,
Toque o fole até o dia clariá

Faz muito tempo que num vejo minha pequena
Ai! Que saudade me traz essa morena
E hoje eu vô convidá-la pra dançá
Um forró agarradinho a noite toda sem pará

Meu coração bate forte como um touro
Por toda vez que eu vejo o meu tesouro
E aí, me dá uma vontade de te dá
Um forte abraço de rancar até o couro

Mas não tem coisa mió do que forró
Agarradinho, dando um cheiro em meu xodó
Virando os zóios de rosto coladinho
Remexendo e sentindo seu suó

Mas neste mundo eu só quero a minha flô
Que me dá muito prazê e muito seu amô
A Deus do céu eu só venho agradecê
Ao lado dela eu me sinto um doutô

Ah!... Ah!... Ah!... Ah!... Ah!... Ah!... Ah!... Ah!...
Ah!... Ah!... Ah!... Ah!... Ah!... Ah!... Ah!... Ah!...

Vídeo incorreto?