No alto daquela serra, nasce um sol que faz um clarão
Posso sentir o cheiro da terra e apreciar o luar do sertão
É lá que eu farei minha casinha, terei meus filhos, um cavalo e um cão
Tirar leite de minha vaquinha, na varanda tocar violão
Eu vou ter uma rocinha num pequeno pedaço de chão
Pra plantar e colher com Rosinha o arroz, o trigo e o feijão

Ouço o lindo canto dos pássaros, o som das águas de um ribeirão
São sentimentos tão caros e raros, que trazem paz ao meu coração
Pra ser feliz basta isso no mundo: ser lavrador, ter uma plantação
Ter fé em deus, em seu amor profundo, viver a vida sem ambição

Vídeo incorreto?