Nuvens negras no céu
Anunciam a explosão
Cresce o medo eu posso ver
Nascer das cinzas uma canção
Vem de um choro e dor de mãe
Pelo filho que o sopro levou
Vem de um grito abafado e pede paz,pede paz
Mais alto que a força de mil explosões
Enfrenta a maldade e o poder dos canhões
E o vermelho que mancha os girassóis
Milhões de crianças levantam as mãos
Trazendo a esperança em seus corações
E a bandeira branca da paz
Homens loucos pelo poder
Usam a pátria como razão
Contra os poetas e seus ideais
De liberdade e não agressão
Não escutam seus corações
Prisioneiros da ambição
Não se lembram do juízo final, final

Vídeo incorreto?