Esse negócio da dar tempo
Pra esperar o seu perdão
Não faz minha cabeça
Porque eu só vivo sem razão
Mas sei que és fruto raro
Duro foi pra poder te conquistar
Por isso eu espero
E te perdôo sem pensar
O tempo é inimigo
Se erro é solidão
Saudade se não tenho
O fruto raro em minhas mãos
Pura sensatez de um lado
Do outro a paixão
Nossos opostos se atraem
Na força do amor
Sinto dor no silêncio
Barco à vela sem vento
Sem você não dá não
Tempestade aqui dentro
Chove a todo momento
Me dá logo o perdão
Vem e acalma o meu peito
Vem tirar o tormento
Vem viver sem razão
Com dois barcos ao vento
Tempestade eu enfrento
Só me dá teu perdão

Vídeo incorreto?