Vejo da janela
Luzes que me atraem
Tantos carros passam
Vidas que se levam
Busco inspiração
Na pele da morena
Numa bôca carnuda
Numa deusa minha e nua
Pego uma cerveja e meu violão
Viajando em meus sonhos
Sai uma canção
E os acordes voam
E pousam na emoção
A música ecoa no vale da paixão
Meu sangue te espera
Minha deusa nua e pura
Se não te tenho agora
Te faço outra canção
Tenho a vida inteira
Pra te esperar
Quem sabe um dia
O meu sonho vai te conquistar...

Vídeo incorreto?