Tudo passa como orvalho que se passa
Quando a alva mostra o seu clarão
Trazendo um novo dia que logo vai passar
Como chuva de verão ou estação que chega ao fim
Como a infância que desabrochou
E só deixou recordações de tudo que se foi
O mundo e suas riquezas todas passarão
Quando o seu tempo lhes determinar
Mas de uma coisa estou bem certo que não vai passar
São as promessas do senhor as promessas do senhor,
As promessas do senhor na minha vida
Tudo passa como a lagrima que cai
Ao recordada que tudo se passou
E tudo que se foi jamais irá voltar
Só a incerteza do amanha que o tempo ira trazer
E se passara num tempo súbito
Que no peito ira dizer tudo se passou

Vídeo incorreto?