Em teu sonho um anjo vem dizer
Que as estrelas têm sono e vão dormir
À mão rosa da aurora e a luz do sol
Parecem dizer: - Acorda menina, outro dia já vem.

Rios de gente, nuvens de fumaça
Que escondem a luz da manhã
Rugem os motores da grande cidade
Que abafam a canção dos pardais
Um mundo tão grande assim
Não pode caber
Nas mãos pequenas do amor
Que carregam cada dia
Pequeninas sementes
Os sonhos humildes
Que a cidade grande escondeu
Na sombra dos arranha-céus

Outro dia ja foi e você vem
Traz pra casa os sonhos que teceu
Mas se o mundo girar e o céu cair
O que vai restar saber resistir
Imune aos vendavais
Volta pra casa
De novo aos meus braços
Esquece o que o mundo te faz
Vem que eu te ponho no colo
Te conto uma historia, te faço dormir

O mundo é pequeno demais pra conter
A imensidão do amor
As lágrimas da estrela mãe
Oceano infinito
Que aos poucos abre fendas
Nos coracões de pedra
Nos muros desse velho mundo

Vídeo incorreto?