Uh bela dor que vem ao entardecer
Uh bela flor despetalar, morrer
Beleza está nos olhos de quem vê
Laia la, laia, laia...

Serena lágrima do por, do amor
Saudade fábula tão furta cor
Beleza cabe onde algo for
Laia la, laia, laia...

Carência é o caos do estar, de ser a dois
Covarde, o ser que nunca ou nada foi
Beleza o raro, o ontem e o depois
Laia la, laia, laia...

Vídeo incorreto?