Fui dançar no forró no brejo véio.
Trestatu era o mestre sanfoneiro.
O forró tava muito animado.
Muita dama e muito cavalheiro.

Todo mundo cantava e dançava.
E a gente de longe ja ouvia.
Uma voz bem no meio perguntava.
E o resto do povo respondia.

Se a polícia chegar que é que nós faz.
Se mete o pau e ninguém vai.
Se a polícia chegar que é que nós faz.
Se mete o pau e ninguém vai. (bis)

Já era madrugada apariceu.
Do sereno um soldado e ouviu.
Pra chamar o delegado ele correu.
E todo o batalhão reuniu.

A polícia já se aproximava.
O coquista lá dentro olho.
Mais de tinta soldado que chegava.
Foi aí que a cantiga mudo.

Se a polícia chegar o que é que nós faz.
Seu café com bolo sirva mais.
Se a polícia chegar o que é que nós faz.
Seu café com bolo sirva mais. (bis)

La vem a Policia minha gente.

Já era madrugada apariceu.
Do sereno um soldado e ouviu.
Pra chamar o delegado ele correu.
E todo o batalhão reuniu.

A polícia já se aproximava.
O coquista lá dentro olho.
Mais de tinta soldado que chegava.
Foi aí que a cantiga mudo.

Se a polícia chegar que é que nós faz.
Seu café com bolo sirva mais.
Se a polícia chegar que é que nós faz.
Seu café com bolo sirva mais. (bis)

Se a polícia chegar que é que nós faz.
Se mete o pau e ninguém vai.
Se a polícia chegar que é que nós faz.
Se mete o pau e ninguém vai.

Vídeo incorreto?