Sou viramundo virado
Na ronda das maravilhas
Cortando a faca e facão
Os desatinos da vida
Gritando para assustar
A coragem da inimiga
Pulando pra não ser preso
Pelas cadeias da intriga
Prefiro ter toda a vida
A vida como inimiga
Até na morte da vida
Minha sorte decidida

Sou viramundo virado
Pelo mundo do sertão
Mais ainda vira este mundo
Em festa, trabalho e pão
Virado será o mundo
E viramundo verão
O virador deste mundo
Astuto mal e ladrão
Ser virado pelo mundo
Que virá com certidão
Ainda vir este mundo
Com festa trabalho e pão

Vídeo incorreto?