Ô João, ô João
Seu chará batizou Cristo
Cristo batizou João
Lá no Rio de Jordão... lá no Rio de Jordão

Se João também soubesse
Quando em junho é seu dia
Viria do céu pra Terra
Todo cheio de alegria
Soltando foguetes joão
Fazendo festejos
E tanta fogueira
Que queimava o mundo
Diz a lenda
Que queimava o mundo

Por falar em mundo João
Como vai o mundo João
Esse nosso mundo João
Que é de todo mundo João
Anda João, vamos João, diga João
Fala

Não tá mole não, José
Esse mundo louco
A televisão mostra sempre um pouco
Bala de canhão e bomba de troco
Bem pertinho irmão lá do Rio Jordão
Bem pertinho irmão lá do Rio Jordão
Mas a salvação José, é nossa Rosa do Povo
Que dá ao povão
Horizonte novo
Jogo de Barão é Rosa do Povo
O nosso sambão é Rosa do Povo
Esse seu sorriso, José, é Rosa do Povo
O Vasco, o Mengão, é Rosa do Povo
Rosa do violão, é Rosa do Povo
- Então que seria João, do povo sem rosa?
- É, nem haveria José
Essa nossa prosa
É José, é João, é Drummond, é paixão
É o irmão, é o amor, linda flor
Em botão

Vídeo incorreto?