Fui pras águas do mar de Amaralina
Com mágoas demais em cima
Aos meus sonhos juntei perfumes, flores
Desejos, temores
Prometi novamente voltar pras águas
Se a força do mar me vingasse as mágoas
Esperei
Me curvei
E na terceira onda entreguei pra Janaína,
Meu amor
Vaidosa e brejeira mãe menina
Ina,
Meu amor
Vaidosa e brejeira mãe menina
Janaína, eh! eh! Janaína
Devolveu perfume e flor
Que sina
Mas um velho me falou
Que Jana jamais bancou
Vinganças no desamor
E então
Voltei ao mesmo lugar
Com o peito aberto sem dor
Aí meu coração sarou

Vídeo incorreto?