Meu bem,
Não leve a mal
A Vila é a rival entre nós dois
Eu te amo, te adoro te quero demais
Mas sem meu samba eu não posso viver
Procure entender
Se você me aceitar do jeito que sou
Viverá eternamente o nosso amor
Só se você me aceitar
Se você me aceitar do jeito que sou
Viverá eternamente o nosso amor
O samba começa na Praça
Cantado com graça e batido na mão
Num boteco na Petrocochino
O partido alto é a grande atração
Se eu chegar de madrugada
Não fique zangada, sambista é assim
No Saci fiz esse samba
Pra você cantar pra mim
Olha meu bem,

O samba é a minha verdade
Meu verso é pureza
Você é o tema
E o ar que eu respiro
E onde se inspira o meu poema
Não quero ver nos teus olhos
Um sofrimento constante
Você é meu amorzinho
Mas a Vila é minha amante
Olha meu bem

Vídeo incorreto?