Feitio de oração
(Noel Rosa / Vadico)

Quem acha vive se perdendo
Por isso agora eu vou me defendendo
Da dor tão cruel de uma saudade
Que por infelicidade, meu pobre peito invade
Batuque é um privilégio
Ninguém aprende samba no colégio
Sambar é chorar de alegria
É sorrir de nostalgia dentro da melodia
Por isso, agora lá Penha
Vou mandar minha morena pra cantar
Com satisfação e com harmonia
Esta triste melodia
Que é meu samba com feitio de oração
O samba na realidade, não vem do morro
Nem da cidade
E quem suportar uma paixão
Sentirá que o samba, então, nasce do coração

Para me livrar do mal
(Noel Rosa / Francisco Alves / Ismael Silva)


Estou vivendo com você num martírio sem igual
Vou largar você de mão com razão
Só pra me livrar do mal
Supliquei humildemente pra você endireitar
Mas agora infelizmente nosso amor tem que acabar
Vou - me embora e afinal você vai saber porque
É pra me livrar do mal que eu fujo de você


Estrela da manhã
(Noel Rosa / Ary Barroso)

A estrela da manhã quando brilha na amplidão
Faz brilhar uma saudade que guardei no coração

Quando à noite olho as estrelas
A brilhar no firmamento
Foco distraído ao vê-las, esquecendo o meu tormento

A estrela da manhã quando brilha na amplidão
Faz lembrar uma saudade que guardei no coração

E dos amores que tive a gozar na mocidade
Só um no meu peito vive sob forma de saudade

Vídeo incorreto?