Madrugada
Brilha a aurora com afã
Bem gelada
Nasce alegre a manhã
Surge a chuva
Vem o vento
Um sol fosco
Eu lamento
Anoitece e depois
Vem um novo dia
Permanece em nós dois
A triste nostalgia

Como estranhos
Numa mesma rua
Que se cruzam
Sem falar
Como o sol
E a meiga lua
Que não podem
Se encontrar

Eu te vejo
Tu me vês
No lampejo
De um olhar
E a maldita timidez
Sempre a nos dominar

Vídeo incorreto?