Quantas noites não durmo
A rolar-me na cama
A sentir tantas coisas
Que a gente não pode explicar quando ama
O calor das cobertas
Não me aquece direito
Não há nada no mundo
Que possa afastar
Este frio em meu peito
Volta!
Vem viver outra vez ao meu lado
Não consigo dormir sem teus braços
Pois meu corpo está acostumado

Ah! você está vendo só
Do jeito que eu fiquei
E que tudo ficou
Uma tristeza tão grande
Nas coisas mais simples que você tocou
A nossa casa, querida
Já estava acostumada guardando você
As flores na janela sorriam, cantavam
Por causa de você
Olhe, meu bem
Nunca mais nos deixe, por favor
Somos a vida e o sonho
Nós somos o amor
Entre, meu bem, por favor
Não deixe o mundo mau
Lhe levar outra vez
Me abrace simplesmente
Não fale, não lembre
Não chore, meu bem

Vídeo incorreto?