O que falta pra entender, minha pauta já tá cheia de motivo para você
A coisa tá feia, basta apenas ver
Tudo isso que te rodeia, é uma parte de você e você odeia
Se encanta com a mata, mata
Não planta uma muda e nem cata, o lixo e joga na lata

Aqui os homens pro dever some
No fim suja o nome assim vai morrer de fome
Porque não ajuda, não muda as mania,
Fechava o vidro se o pedinte aparecia

Não dava ouvido para oi que ele dizia,
Ia no sentido em que o prazer era guia
Achava divertido o que o pecado oferecia,
Era movido pelos produtos do
Abadia
Ficou perdido por consumir todos os dias,
Se viu traído, falido, fudido e ainda assim queria.
Veja como você tá, pensa se é assim mesmo que você quer ficar

Desse jeito você sabe onde vai chegar, ainda dá tempo de mudar
Aspira o ar, engole suor da fábrica,
Nem sempre o que é melhor,
Olhe é o que está em prática
As pessoas ao seu redor escolhe usar a tática,
Aumentam os problemas
Não resolve não gostam de matemática

Empresa asiática, te dá abrigo e comida, em troca leva a sua vida
Pelo lucro do produto ?made in china?
Que no mundo todo tem igual gente sofrida
Viver hoje é raro, a maioria existe,
Triste por saber que isso é caro

Por saber que um disparo e uma vida já foi
Outras ficam aqui lembrando como foi
Atenção a situação não tá pra ficar sem razão
Sem decisão pra tomar
Igual os ladrão sem munição pra atirar,
Igual paixão sem coração pra guiar.

Vídeo incorreto?