Eu sou da rua, eu sou do rap, eu sou do corre, eu sou
da malandragem.
Sou da madruga, sou do som, sou do amor, eu sou da
malandragem.

Eu sou da rua, eu sou do rap, eu sou do corre, eu sou
da malandragem.
Sou da madruga, sou do som, sou do amor, eu sou da
malandragem.


Sou vagabundo, eu confesso. Sou meu próprio universo.
Contundente, controverso, sou Floripa nos versos.
Sou pedacinho de terra cercado pelo mar, sou
continente, boa gente, sou ponte pra interligar.
Eu sou praia deserta, silêncio, contemplação. Sou
balada lotada, barulho, empolgação. Sou concentração
no mix, estúdio e gravação. Sou coração nos beat, real
na improvisação. Eu sou amor pela música a tempos de
caminhada, eu sou a própria renúncia, tudo em nome da
levada. Eu sou fiel aos amigos, sou família, sou
ponte. Sou meu próprio destino, sou dos que fazem por
onde.
Sou um eterno apaixonado, admirador da beleza. Sou
dúvida cruel, sou única certeza. Saudade da liberdade
incondicional, sou uma breve passagem no mundo
material. Sou o sopro do Criador, sou o que o samba
diz, sou o reggae, sou raga, sou roots, sou raíz. Sou
correria, mil graus, sou furacão, atenção. Sou funk,
sou som, sou o que sou no batidão.


Eu sou da rua, eu sou do rap, eu sou do corre, eu sou,
eu sou da malandragem.
Sou da madruga, sou do som, sou do amor, eu sou (e
esta aqui vai) da malandragem.

Eu sou da rua, eu sou do rap, eu sou do corre, eu sou
da malandragem.
Sou da madruga, sou do som, sou do amor, eu sou da
malandragem.

Isso aí.. Malandragem boa é viver, entendeu? isso aí
malandro! Ihh
Da malanndragem, pra malandragem.

Eu sou, só quem é sabe o que é ser.
Eu sou, só quem é sabe como vai ser.
Eu sou, só quem é quando que vai saber, só quem é tá
junto, só quem é pra valeer!

Eu sou, só quem é sabe o que é ser.
Eu sou, só quem é sabe como vai ser.
Eu sou, só quem é quando que vai saber, só quem é tá
junto, só quem é pra valeer!

Eu sou da rua, eu sou do rap, eu sou do corre, eu sou
da malandragem.
Sou da madruga, sou do som, sou do amor, eu sou da
malandragem.

Eu sou da rua, eu sou do rap, eu sou do corre, eu sou
da malandragem.
Sou da madruga, sou do som, sou do amor, eu sou da
malandragem.

Eu sou da rua, eu sou do rap, eu sou do corre, eu sou
da malandragem.
Sou da madruga, sou do som, sou do amor, eu sou da
malandragem.

Eu sou da rua, eu sou do rap, eu sou do corre, eu sou
da malandragem.
Sou da madruga, sou do som, sou do amor, eu sou.

Vídeo incorreto?