Santo, santo, santo, santo
Santo, santo é o meu senhor
Tua glória inunda a terra e o céu
Ai de mim, um homem pecador
Não mereço ver teu esplendor
E os meus lábios, tão impuros, me condemam

Como isaías e os serafins
Com brasa viva purifica-me
Limpe os meus lábios para te servir
Eis-me aqui, envia-me a mim

Santo, santo, santo, santo
Santo, santo é o meu senhor
Tua glória inunda a terra e o céu
Ai de mim, um homem pecador
Não mereço ver teu esplendor
E os meus lábios, tão impuros, me condemam

Como isaías e os serafins
Com brasa viva purifica-me
Limpe os meus lábios para te servir
Eis-me aqui, envia-me a mim

Santo, santo
Santo, santo
Santo, santo
Santo, santo

Como isaías e os serafins
Com brasa viva purifica-me
Limpe os meus lábios para te servir
Eis-me aqui, envia-me a mim

Envia-me, senhor
Senhor!...

Vídeo incorreto?