Girei o mundo para ver se encontrava
Alguém na terra que estivesse como eu
Deixei avisos nos jornais onde eu estava
Esperei tanto e ninguém apareceu

Voltei de novo para o quarto em que mi espera
Uma caneta um papel e um violão
Em cada noite que a revolta está comigo
Da minha vida saiu uma nova canção

Estou morando num lugar tão alto e triste
Onde o silencio permanece em meu lugar
Que me adianta ter de tudo em meu quarto
Se não existe um alguém pra conversar

Deve existir alguém que está também sofrendo
E se quiser falar comigo aqui espero
Pelo contrário se quiser telefonar
Pode discar dois meia zero nove zero

Vídeo incorreto?