Você vive me cobrando tantas coisas
Você nunca perguntou do que eu preciso
Você cobra os meus erros, minhas falhas
Você rouba minha paz e o meu juízo
Não pergunta porque é que cheguei tarde
Você sabe o que sou e o que faço
Minha vida é livro aberto em suas mãos
Mais me nega um sorriso e um abraço

Você nunca perguntou se eu te amo
Você nunca perguntou se eu te adoro
Você nunca me abraçou na madrugada
E ao contrário você dorme enquanto eu choro
Ao invés de me cobrar o que não devo
Porque não tenta saciar os meus desejos
Me deixa olhar dentro dos teus olhos e calar a sua boca com um beijo

Quantas vezes te procuro está cansada
Ou finge estar dormindo e não me atende
Quando me procura estou raiva
Das coisas que me fez mais não entende
Me ajuda a ser culpado das intrigas
Você sabe o o que sou e o que faço
Minha vida é livro aberto em suas mãos
Mais me nega um sorriso e um abraço

Você nunca perguntou se eu te amo
Você nunca perguntou se eu te adoro
Você nunca me abraçou na madrugada
E ao contrário você dorme enquanto eu choro
Ao invés de me cobrar o que não devo
Porque não tenta saciar os meus desejos
Me deixa olhar dentro dos teus olhos e calar a sua boca com um beijo

Vídeo incorreto?