E esses sinais seguirão aqueles que crêem:
Em nome de Jesus expulsarão demônios,
falarão em novas línguas,
pegarão em serpentes
e se beberem alguma coisa mortífera não lhe fará mal algum
colocarão as mãos sobre os enfermos e os curarão

Eu tô chegando na unção
Pra quem não tá ligado
Pra defender Jesus
Corto orelha do soldado
Ao contrário não traio
Pois sou guerreiro e não paro
Os fracos se retiraram
E os covardes se enforcaram
Independente é crente
O evangelho é pregado
E a casa de Deus tá mais lotada
Que os busão de são Paulo
Dentro do trem
Vejo também aquele irmão
Com orgulho do evangelho
Prega no último vagão
Na unção
Uns são crente outros não
Preste atenção
Deus não faz acepção
Cada palavra, uma profecia
Cada profecia, um rap
Os meus pano é tudo largo
Bem mais alvo do que a neve
Eu vou citar uma igreja pequena
Do interior
Onde a unção e o poder de Deus
Se manifestou
Enquanto muitos jovens
Por aá estão parados
Eu as tias cantado o refrão
Só na unção com a mão pro alto
Aleluia, se segura
Que porquê ainda não entrou o refrão
Essa pegada é entorpecente
E vai te deixa doidão
Os vacilão fica parado
Mais o poder não vai parar
Se você ficar calado
Até as pedras vão canta

Aleluia
Com orgulho pra Jesus sigo marchando
Aleluia
Orando pelas mina e pelos mano
Aleluia
Pro pecado eu não vou passar um pano
Aí, Sou apostólico mas eu não sou romano
{bis}

Ultrapassando as barreiras
Cortando as dimensão
Na unção
Surdo é curado e passa ouvi meu som
Esse é o som
Que contagia o mundo inteiro
Se não entende as escrituras
Não entende os mensageiros
É poder tanto poder
Pentecoste até o osso
Eu clamo Espírito! Espírito!
Ele desse como um fogo
Um som nervoso
Que pro inferno causa apavoro
Joga as muletas pro alto
E sai pulado feito loco
É só pancada é só paulada
sente essa pegada o som que contagia
traz bênção pra sua casa
Paulo e Silas mesmo preso o nome de Deus exaltou
cantavam louvores a Cristo e a cadeia abalou
arrebentouvc os cadeados e o portão se abriu
e à meia noite o cárcere sacudiu
belicoso, cabuloso, sempre cheio da unção
mesmo preso Paulo e Silas não esquecia do refrão

Aleluia
Com orgulho pra Jesus sigo marchando
Aleluia
Orando pelas mina e pelos mano
Aleluia
Pro pecado eu não vou passar um pano
Aí, Sou apostólico mas eu não sou romano
{bis}

Vou fuzilando, toma cuidado
Eu tô chegando
Seu assistente de anti-cristo
Pode ir se preparando
verso insano, profetizando
E exaltando
Cortando o mau pela raiz
E resgatando meus mano
Vou respirando o ar da vida
Meu livro é a Bíblia
Só agradeço ao meu Deus
Pela graça adquirida
Não é mentira, não é asneira, nem besteira
Deus é de verdade
Não é só papel na carteira
Tem gente que lembra de Cristo
Só na páscoa e no natal
Se emociona com tudo isso
E serve diabo no carnaval
Bebida, sodomia, orgia, prostituição
Índice grande de morte
invalidez e perdição
Enquanto isso
Os guerreiros se preparam para luta
Armado até os dentes
Prega o evangelho o meio da rua
Está breve o retorno de Jesus
O rei dos reis
Breve os reinos desse mundo
Seguiram a sua lei

Aleluia
Com orgulho pra Jesus sigo marchando
Aleluia
Orando pelas mina e pelos mano
Aleluia
Pro pecado eu não vou passar um pano
Aí, Sou apostólico mas eu não sou romano
{bis}

Vídeo incorreto?