Coitadinha da Tereza
Já esta de perna fina
De tanta carregar água
Do riacho lá de cima

Todo dia bem cedinho
Seu pai vai lhe acordar
Menina vá buscar água
E traga na cabaça
Porque só tenho uma lata
E você pode amassar

Cuidado Tereza
Cuidado Tereza
Pra não quebrar a cabaça
Com a sua ligeireza

Um dia desses Tereza escorregou
Sem querer ela quebrou o gogó da cabaça
Chegou em casa o velho só reclamou
Cuidado menina com o resto que ficou

Vídeo incorreto?