Não fique de boca aberta, Zé
Em cidade que for chegando

Zé...
Tem que tomar cuidado, Zé!

Tem casa amarela
Tem casa vermelha
Tem casa com fome
Tem casa na ceia
Tem casa com florzinha na janela
Tem cabra que eu não sei
Que malvadeza é aquela
Na rua do marmeleiro
Na frente da casa do coveiro
Tão te esperando, Zé

Zé...
Tem que tomar cuidado, Zé!

Tem arma de bala,
cacete e bengala,
Tem faca e serrote,
Punhal, cravinote,
Soldado sem farda,
Resóve, espingada
No meio da cidade
Vão te deixar nu
E nesse lundu
Sem querer razão
Até com a mão
Vão querer dar em tu

Zé...
Tem que tomar cuidado, Zé!

Entrou pela frente
Saiu por detrás
Puxou por um lado
Mexeu e lá-vái
José não tem medo
Nem do satanás

Não fique de boca aberta Zé
Em cidade que for chegando
Terra alheira, pisa no chão devagar *....

* Ponto tradicional da Umbanda

Vídeo incorreto?