Duarte, que do além-mar veio,
Catarinetando sua nau,
Do mais alto morro gritou:
"Oh, linda paisagem para um carnaval!"

No sobe e desce das ladeiras,
Em trajes de brilhos astrais,
Crianças vem do mundo inteiro
Soltas num terreiro onde brincam bem mais!

Seus olhos sambando nas cores
Das fitas que fitas no espaço
Os corpos são os movimentos
Das lanças do vento no grande mormaço!

E o mundo explode na rua
Se espalha e se junta no ar
Olinda pro sol e pra lua
A língua que fala na boca do mar

Vídeo incorreto?