No infinito
Do vão do espaço
Se espaça o tempo,
Não há cansaço !

No infindo imenso
De um tempo aço
Se espessa o vão
Que liberta o traço,
Forte num abraço !

Há muito mais
Do que esperamos ser,
Tem mais além
De onde podemos ver ...

Mais muito há
Do que pensamos ter,
Além do mais
Do que queremos crer !

Há bem mais sóis
Crestando entre as estrelas !

Vamos andando
Por aí ...

Brilhar
É o espaço siderar !

Há bem mais sóis ...

Há bem mais sóis,
Crestando entre as estrelas :
Confusos, tentamos vê-las !
Confusos, tentamos tê-las !
Confusos, tentamos ser
As estrelas !!!

Vídeo incorreto?