Não, não, não meu bem
Aqui nesse forró não chora ninguém
Não, não, não meu bem
Aqui nesse forró não chora ninguém

Não chora ninguém porque a turma do pagode
Não pode escutar um fole que cai logo no xerém
Apaga o candeeiro só se escuta o gemido
A tanto cabra enxerido mais não chora ninguém

Quem não dançar direito vai parar no formigueiro
Se moço educado nem precisa de dinheiro
Mulher que paga a cota pode cortar cavalheiro
Tome forró sem frescura só não dança o sanfoneiro

Vídeo incorreto?