Rumores do século XVI, revelam hordas de invasores cristãos marchando sobre Tiahuanaco. Destruindo templos e ídolos pagãos, talhando uma bastarda civilização. Os monólitos misteriosos afligem cristãos invasores que temerosos erguem sua cruz sob estilhaços pagãos. Sob estranhos impérios, uma eterna maldição é lançada... Ódio & vingança é o meu coração, o último Recinto pagão...

Do alto da pirâmide celeste
O oráculo dos Lupakas
Homens sóis de tempos pré-incas
Bebendo o sangue de seus inimigos
Devorando o coração palpitante dos vencidos
Em antigas blasfêmias.

A face petrificada de uma divindade
Guarda a Porta do Sol...

Olhos alados em lágrimas de um deus pagão
São espelhos de ventos e tempestades
São "poemas de Lava" de Tiahuanaco
São manchas pagãs! São Lagrimones do Falcão!

Pela antiga Lua sulamerica
Em mitos incaicos
Coragem & resistência
Antigos totens da guerra e do poder.

Vídeo incorreto?