A bandeira estrelada


Ó, dizei, podeis ver,
na primeira luz do amanhecer
O que saudamos,tão orgulhosamente,
no último brilho
do crepúsculo?
Cujas amplas faixas
e brilhantes estrelas,
durante a luta perigosa,

Sobre os baluartes assistimos,
ondulando tão imponentemente?
E o clarão vermelho dos foguetes,
as bombas estourando no ar,
Deu-nos prova, durante a noite,
de que nossa bandeira ainda estava lá.
Ó, dizei,
a bandeira estrelada
ainda tremula
Sobre a terra dos livres
e o lar dos valentes?