Sou um homem que não tem amigos
Mesmo assim vivo alegre a cantar
A mulher que mais amei na vida
Sem motivo abandonou no meu lar.

Eu não posso dedicar o amor
A quem não deu valor
Só me fez padecer
Vou seguir a caminho do além
E jamais por alguém eu irei padecer.

Eu comparo sempre minha vida
Com a sereia que vive no mar
Com seu canto tão apaixonado
Eis porque vivo sempre a cantar.

Eu não posso dedicar o amor
A quem não deu valor
Só me fez padecer
Vou seguir a caminho do além
E jamais por alguém eu irei padecer.

Mesmo assim não perdi a esperança
De encontrar um verdadeiro amor
Que me faça feliz nesta vida
Afastando pra sempre esta dor.

Eu não posso dedicar o amor
A quem não deu valor
Só me fez padecer
Vou seguir a caminho do além
E jamais por alguém eu irei padecer.

Vídeo incorreto?