Um carro de boi rodando
Rodando dentro de mim
Deixando rastros de saudade
Saudade que não tem fim

Ah, se eu pudesse voltar meu tempo que foi
Papai sempre contente tocando o carro de boi
Ah, se eu pudesse voltar meu tempo que foi
Papai sempre contente tocando o carro de boi

Assim o tempo vai passando
Do meu sertão eu não esqueci
Se eu pudesse voltava a infância
Regressava ao berço em que nasci

Vídeo incorreto?