Na Praça do Patriarca,
Na rua Direita, na São Bento,
Na Líbero Badaró,
No Viaduto do Chá,
Lá está aquele moço,
Que não dá ponto sem nó !

Na conversa bem jogada,
Vai vendendo geladeira,
Pra esquimó curtir verão,
Papo firme é isso aí,
Desse dono de calçada,
Rei da comunicação !

Olhe aqui Dona Teresa,
O produto de beleza
Que chegou da Argentina,
Examina, examina,
De brinde pra seu marido,
Nova pomada pra calo,
Que resolve a dor de ouvido,
Tem Parker Setenta e Treis,
Compre uma e ganhe seis,
Nem paga o justo valor,
Mais outra ali pro doutor,
Leve a Lei do Inquilinato,
Mesmo não sendo inquilino,
Morar na lei é um barato !

E ele prova, à sua maneira,
Que um ataque de besteira,
Faz de um doutor um otário,
Cursando numa avenida,
O vestibular da vida,
Para ser bom empresário !...

Vídeo incorreto?