20 palavras


Eu te escuto sozinho, meu coração
Você que olha das vidraças
As raras folhas do céu a terra tocar
A hora do dia roubou do sol
Montanhas vermelhas, três golpes de tosses distantes
E cai a noite
No asfalto as vozes dos cães
Sob os relâmpagos uma nuvem preta.

Posso rasgar o vestido do amor
Os diabos são donos dos dias
Eu te amo como uma grandeza incrível
Rapaz trajado de branco e laranja
O seu corpo me dá tranquilidade
Somente os sonhos nunca morrem

Eu te amo como espaço sem fim
Rapaz trajado de sal e vento
E te escuto sozinho, meu coração
Esta noite de nuvens escuras
No travesseiro fica o amor
Com um sonho de vinte palavras