Mesmo que a figueira não floresça
E nem haja frutos na videira,
Mesmo assim eu confiarei.
Ainda que os céus se fechem
E se torne como o bronze,
Eu ainda creio em Ti.

Meu pés andarão sempre Senhor,
Nos caminhos da Tua Palavra.
Creio que tudo que eu semear,
No tempo do Senhor eu irei colher.

É o tempo da colheita,
É o tempo de milagres.
Deus dá as promessas
E prosperidade.

Vídeo incorreto?