Ainda que a figueira não floresça
Todavia, eu me alegrarei em ti
Ainda que os campos não produzam mantimentos
Mesmo assim, eu esperarei por ti
A minha esperança está
Depositada em tua palavra, Senhor
Como a terra espera pelas chuvas
Assim eu anelo por ti, anelo por ti, Senhor

Creio que dias de abundância vou viver
E até fora de estação eu vou colher
E a restauração chegará em minha vida

Os meus celeiros transbordarão
Em lugar da vergonha, viverei dupla honra

Vídeo incorreto?