Pela manhã eu me dirijo com louvores,
Ao Deus que tem sido minha única esperança,
Pela manhã eu me dirijo com a alma,
E lhe suplico que me de, sua doce calma
Ele me escuta, pois me ama tanto,
E me alivia de qualquer quebranto.

Quando a noite se aproxima tenebrosa,
Em elevar-me, em oração minha alma goza,
Sinto sua paz inesgotável doce grata,
Porque temores e ansiedade se cristo as mata,
Também elevo o meu cantar ao céu
Quando a terra baixa o negro véu, o sol se esconde,
Mas permanece cristo, a quem meus olhos em sonho já têm visto.
Brilha a sua luz mui penetrante durmo,
Põe sua mão sobre mim se estou enfermo,
Me fortalece me sustenta com o sono,
Pois és meu rei meu redentor és meu dono.
Ao despertar pela manhã eu sinto que Deus invade
A minha alma em pensamento,
Vejo Jesus meu redentor amado,
Por meus pecados numa cruz cravado,

Vídeo incorreto?