Rápido como o trem bala
A bala que acerta a testa
Da vítima baleada
Abala toda mídia que de cega já não repara
Que a trajetória da bala
Embala mais uma dança
Destrava o gosto amargo da bala de uma criança
A bala que embola o som
Na rede que não se embala
O corpo que cai na rede
Daquela longa balada
A bala derruba a gente
A gente engole a bala
Não para , nem se repara
Que o terremoto abala
Destrói toda cidade
Com intuito de acaba-la
Não sobra nenhuma vala
Não vale fazer zuada
Porque no fim tudo acaba
Na embolada da bala

Abala a bala tem bala que ninguém brinca
Pipocou o tiroteio e a bala ficou perdida

Vídeo incorreto?