Tenho estado tão cansada do que tenho a fazer
O meu desprazer é o tempo que me vejo perder
Minha âncora é o sol marcando o tempo pro fim
Eu me desespero ao vento que não diz nada pra mim

Eu só queria tentar ser o que eu sempre quis
Mudar, esquecer, saber o que é isso que eu quis
Tenho medo às vezes que tudo seja em vão
E meus Eus brigam por mim, quem é que vai ser feliz

Refrão:
Não posso aguentar a idéia incerta
De que há resposta antes do fim
Não quero passar
A vida em negação
Me culpando por tudo que não fiz.

Queria eu sentir que o descompasso não me afeta
Que tudo o que interessa é minha própria paz
Mas não posso aguentar a pressão da pressa
Que insiste em me atormentar, eu só queria evitar

Refrão (x2)

Vídeo incorreto?