Se eu pudesse meu bem ficaria
A seu lado a noite inteirinha
Mas não poso deixar que a outra
Novamente amanheça sozinha.

Eu lamento causar-lhe ciúme
Mas pra ela preciso voltar
Com ciúmes também eu lhe deixo
Para outro boêmio beijar.

Toda noite quando vou embora
A tristeza invade seu rosto
Por despeito fica embriagada
No salão a beijar um e outro.

Enquanto isso ao lado da outra
Amanheço e o sono não vem
Só pensando em você meu amor
Minha linda mulher de ninguém.

Vídeo incorreto?