Guarania

Nasci na pobreza com falta de tudo
Cresci sem estudo, mas com muita fé
E sempre viver de cabeça erguida
Tropeçar na vida, mas cair de pé.
Com voce que veio em berço de ouro
Nasceu um amor com muita pureza
Um amo sincero que lhe dediquei
E nunca pensei em casa por riqueza

Foi maravilhoso nosso casamento
Mas em pouco tempo voce quis impor
A chama do fogo da sua nobreza
Queimou as belezas do nosso amor
Eu sou seu marido somente a noite
Pra servir de açoite da sua paixão
Depois me despreza sem ter piedade
Mostrando a maldade do seu coração.

Agora não lembra que jurou dizendo
Que estava sendo fiel e sincera
Que minha pobreza não lhe importava
Porque me amava do jeito que eu era
Eu vou embora não quero um centavo
Papel de escravo jamais me serviu
Seu dinheiro pode comprar o que for
Mas não o amor de um homem de brio.

Vídeo incorreto?