O inverno é tão cruel em minha vida
E o calor já não aquece nosso lar
Teu cantinho em meu leito esta vazio
A saudade ocupou o seu lugar

Ao meu lado ainda esta teu travesseiro
Vejo a fronha com o teu nome bordado
Vai a noite, vem de novo a madrugada
Mais uma vez eu amanheço acordado.

E o abajur aceso sobre o criado-mudo
Me faz lembrar de tudo um mundo de ilusão
E o cobertor que aquece o teu lugar vazio,
Já não aquece o frio da minha solidão.

Vídeo incorreto?